Visitei o Chile por duas vezes e se eu pudesse, teria ido umas 10 já. Morei em uma cidade pequena e super charmosa chamada Vinã del Mar por 3 meses. O idioma falado é Espanhol e eles falam muito, mas muito rápido. Se você não fala espanhol fluente, não se preocupe, no primeiro dia você não vai entender muita coisa, mas nos próximos você se acostuma e se vira super fácil, sem falar que por lá o que mais tem nas ruas são brasileiros.

Conheci o norte do Chile e a região central, em nenhuma das minhas viagens fui para o Sul do Chile, onde concentra a região dos lagos, rios, vulcões e a fria Patagônia chilena – Ficará para uma próxima trip 😉

O que fazer em Santiago?

No centro de Santiago, você poderá conhecer os principais pontos da cidade a pé mesmo: Plaza de Armas, Palácio de La Moneda, Cerro Santa Lucía, Patio Bela Vista, Mercado Central, Cerro San Cristóbal, Parque Arauco + Restaurante Giratório.

Transporte:

Onde ficar:

Na maioria das vezes sempre viajei sozinha e por isso sempre optei por ficar em hostel ao invés de hotel. Nas duas primeiras vezes fiquei no Che Lagarto – O hostel é bem localizado, no centro de Santiago, além de ser super limpo e sempre rolar festas no terraço toda sexta-feira, pra quem viaja sozinho, isso é ótimo né?

Toda vez que vou reservar hostel ou hotel eu opto pelo Booking, que ai qualquer problema, é só ligar para o suporte e você não tem dor de cabeça com reservas, ou chegar lá no local e não tem uma reserva de fato realizada.

Passeios bate-volta?

Veja os lugares que já visitei no Chile, basta clicar sobre cada um para mais detalhes e dicas.

Santiago | Cajón del Maipo | Valparaiso e Viña del Mar | Concon | Isla Negra | Deserto do Atacama